Retiro ajuda profissionais de negócios a desenvolver a criatividade


Em um mundo onde as pessoas são constantemente bombardeadas por influências externas, pressão e informação, perder propósito e direção profissional não é difícil. As pessoas podem sentir falta de confiança pelo trabalho que fazem e visões que têm por seus projetos.

Elevation Barn é um retiro que quer mudar isso, oferecendo experiências motivacionais e educação para profissionais criativos para que eles amem o que fazem e aumentem sua criatividade.

O CEO da companhia, Will Travis, deu uma entrevista à PSFK sobre como Elevation Barn aconteceu e como pretende abordar o que Will descreve como uma crise de confiança que está dominando o mundo, ajudando pessoas a se conectarem a seus verdadeiros propósitos e alcançar clareza nas suas metas futuras.

PSFK: Você criou o Elevation Barn, um retiro de três dias e três noites para líderes criativos. Quais são as maiores tendências que você vê acontecendo e quais você está combatendo?

Will: Eu passei os últimos 30 anos construindo marcas globais. Agora estou passando meu tempo construindo criadores de marcas globais, indivíduos que estão criando seus próprios destinos e propósito. Acho que existem muitas pessoas com incríveis oportunidades de carreira, mas também há muita hesitação na confiança dessas pessoas. Eles sentem que têm menos habilidades do que realmente têm. Eles têm todos esses anos de brilhantismo para se apoiar, e não estão aproveitando isso. Os retiros são baseados nessa crise de confiança que tenho visto acontecer.

Há muito estímulo diário vindo de tweets, podcasts, conteúdos rápidos, vídeos, um atrás do outro. Há novas dietas, novos regimes saudáveis, todas essas novas atividades. Estamos sendo bombardeados com tanta coisa que faz com que isso seja tão difícil e as pessoas estão buscando por seu próprio propósito. Como fazer com que o próximo assunto no qual eles trabalharão seja mais animador do que o último?

Eu não estive em um jantar no último mês onde alguém não tenha me perguntado sobre tomar Ayahuasca. Todo mundo está procurando por inspiração de dentro pra fora, ainda que eu acredite que a resposta, na verdade, esteja neles mesmos. É o que faz com que eles despertem, é o que os faz felizes - seus propósitos.

PSFK: As pessoas estão sendo impactadas pela velocidade dos negócios e como os negócios são financiados hoje em dia. Tenho certeza que isso está gerando um pouco de ansiedade também.

Will: Sim. De acordo com um relatório, algo como 80% das pessoas estão infelizes no ambiente de trabalho. Quando você chega a descobertas como essa, isso não é tendência, é crise. É uma mudança sísmica. Não são só os millennials que estão fazendo as malas depois de um ano de empresa, então indo para outro ano em outra empresa, e então zarpando para viajar pelo mundo e trabalhar em hotéis - são todos.

Todo mundo está procurando por um novo lugar para ir que dê felicidade e sensação de propósito. Para grandes corporações lá fora, é provavelmente um dos maiores medos. Como podemos reter e como motivamos pessoas agora para que sintam que estão desempenhando um papel substancial na vida? Não é so baseado em quanto estamos pagando-os. É baseado em como estamos motivando seus propósitos na vida.

PSFK: Você tem trabalhado para ajudar as marcas líderes do mundo a desenvolverem ótimo design, anúncios e comunicação. Recentemente, você decidiu parar e criar Elevation Barn para ajudar seus colegas. Você pode explicar o que é Elevation Barn e por que você começou com isso?

Will: Elevation Barn começou quando eu reuni cinco amigos que estavam hesitantes sobre as encruzilhadas dos próximos passos em suas carreiras. Eles eram todos bem sucedidos. Todos estavam indo bem. Todos pareciam felizes a maior parte do tempo, mas ainda estavam acordando às 4 da manhã em pânico, se perguntando "O que vem depois?".

Recebi um retiro aqui ao norte de Nova York, assim como na Indonésia. Nós fazemos isso na Ásia e também nos Estados Unidos. Quando fizemos esse retiro para esses amigos, percebi que na verdade eu era como essas pessoas que não estavam completamente felizes. Eu não estava convencido sobre onde estava meu próximo capítulo. Percebi que o processo que eu estava usando para essas marcas globais - Apple, Facebook, Intel, Google, etc. - estava funcionando para encontrar o espaço em branco para fazer com que elas se sobressaíssem, para fazer com que seus produtos e serviços fossem distintos. Percebi que eu deveria estar ajudando pessoas a encontrar seu verdadeiro propósito e o que era o espaço em branco delas.

Quando eu criei esse processo, esses três dias e noites de camaradagem ajudando as pessoas a se elevarem, entendi que eu não estava apenas elevando pessoas. Era para que eles fizessem uma elevação central, onde todos os seis trabalhassem juntos, se ajudando de perspectivas totalmente diferentes, transformando suas crenças do que poderiam fazer e ajudando-os a potencializar com uma nova definição diferente do que eles fariam.


PSFK: Como isso se manifesta? O que é uma sessão de três dias e o que as pessoas tiram disso?

Will: A primeira parte são as sessões de coaching, cerimônias e gurus que vêm ajudar as pessoas. Eles estão basicamente tentando consertar os problemas que você tinha quando criança, ou coisas que aconteceram com você no passado. A maneira que eu abordo isso é dizendo que nós todos passamos por isso. Todo mundo tem bagagem. É como uma mochila. O que eu faço é tentar levar todo mundo pelas as mãos através do processo de seguir em frente. São só pequenos grupos. Todo mundo se une, se conecta, e confia que pode realmente se abrir.

A próxima fase é passar pela celebração de todas as coisas épicas que fizeram na vida. Isso pode ser desde assistir seus próprios filhos nascerem, ou poderia ser para dar à luz, ou poderia ser para começar um trabalho em certa idade e ter sucesso em algo. É celebrar todas essas coisas incríveis para entender sobre o que você é. A vida é geralmente como uma mochila. O que nós fazemos é, ao longo do tempo, começar a encher essa mochila com experiências. Quanto mais tempo você passa enchendo e mais coisas você coloca, mais pesada fica. Era para fazer você se sentir mais iluminado e bem sucedido, mas isso começa a te colocar para baixo. Eles estão carregando esse peso, a expectativa da sociedade, essa expectativa das pessoas com quem trabalham, a indústria em que estão.

O primeiro dia é para basicamente dar confiança para seguir. Tire a mochila e dê uma olhada em todas as coisas que têm valor, e se livre das coisas dentro dela que não valem nada. Se livre daquele tipo de perspectiva. Aquela estrutura permite que as asas das pessoas comecem a se desdobrar novamente. Você pode ver suas costas se endireitarem, seus olhos brilharem e seus sorrisos espalharem conforme o processo ocorre.

Então há a segunda metade do processo. Eu acredito muito em design thinking, o que me frustra é ver todas essas empresas incríveis de consultoria dizendo como você tem que pensar, mas não fazer. A segunda metade do retiro é realmente fazer. Como podemos pegar todas as coisas que queremos fazer, todas as coisas que você vale, todas as coisas que você tem medo? Como então podemos quebrar isso em pedacinhos para que você consiga clareza nos próximos passos da sua jornada?

Uma vez feito, nós reduzimos isso em qual é a sua visão real, sua estrela guia. Nós definimos o que você quer fazer na vida e então trabalhamos como chegar lá. Quem são as pessoas que você precisa por perto, que vão te ajudar nisso? Como você se livra de pessimistas, as pessoas que não irão ajudá-lo?

Então, trabalhamos em um processo para deixar o retiro, para que você sinta que conseguiu esse canivete em diferentes maneiras de abordar isso, que faz com que você se sinta incrível. Eu vou embora sendo meu verdadeiro eu, me opondo à pessoa que entrou pela porta debaixo dessas expectativas, perspectivas e julgamento.

PSFK: Quem está tirando vantagem disso? Quem está ficando no centro?

Will: Cada pessoa que vem para o Elevation Barn tem um grande coração. Essa é a primeira prioridade. Os egos devem ser deixados porta afora. Eu não preciso de alguém que só virá e tirará o poder de todos, ou ditará o que quer que seja. Você tem que estar aberto. Você terá a entrada de diversas pessoas. As outras pessoas que estarão lá com você têm background diverso. O último retiro que dei foi só para mulheres, duas semanas atrás. Havia uma mulher que era dona de uma empresa de probióticos. Uma outra era uma das top designers de acessórios da Chanel. Havia também uma super maratonista, uma mulher que tinha uma empresa de caldo de osso, e uma executiva de TV.

Essa diversidade de pessoas previne o mergulho profundo em carreiras específicas. Você não verá alguém competindo contra outra pessoa. Eu não tenho interesse nisso. Eu quero que isso se eleve para que você possa pensar em um nível pessoal mais alto. "Isso me fará feliz? Isso será inspirador? Haverá um pouco de medo no meu próximo passo porque estou me pressionando?"

Há alguns elementos-chave que eu garanto para que os resultados sejam um pouco desesperadores. Não quero dizer que você terá que fazer algo dramático. As mudanças que você deve fazer podem ser apenas ajustes pelos quais você tem que passar na sua carreira, mas esse ajuste é a grande diferença. O ajuste é a diferença que faz com que você esteja super-motivado, versus apenas-motivado.

PSFK: Vamos considerar rapidamente sua carreira. Parece que você encontrou algo que te anima. Qual é o caminho para esse projeto?

Will: Elevation Barn é um dos cinco pilares dos negócios de elevação que estamos construindo. O Elevation Barn está criando o Elvis dos dias modernos, para ser honesto. Está ajudando aquelas pessoas que têm experiência e eles estão refinando aquela experiência para se tornarem super-abastecidos e energizados novamente. Nós queremos que isso inspire as pessoas em nível de base a encontrar seu verdadeiro propósito, encontrar os principais ingredientes que os ajudarão a se tornarem eles mesmos.

Há um elemento multi-dimensional para isso. Você não pode falar de uma área de crise de confiança com apenas uma abordagem. Você precisa ter diferentes níveis da força de trabalho abordada, de liderança até atividades base, para que todo mundo se sinta motivado e feliz.

Com a forma como a inteligência artificial, tecnologias e todas essas diferentes evoluções da automação, não haveriam razões para estarmos fazendo tarefas que não queremos fazer no futuro. A única maneira de sobrevivermos é fazendo coisas que amamos e queremos fazer. Essa é a situação da plataforma.

Quando eu estava comandando companhias de comunicação globais, criativas, eu estava tentando encontrar essa característica única, perspectivas, valores, Estrelas Norte, espaços em branco, como queira chamar os produtos e serviços que não tem características ou valores realísticos. Até agora, estamos investindo tanto tempo e energia fazendo essas coisas magnéticas, que foi como uma vergonha que as pessoas não estivessem fazendo aquilo para elas mesmas. Eles investem muito dinheiro tentando ser mais saudáveis ou tentando se inspirar, mas você frequentemente não gasta tempo procurando o que você realmente é. Investir no que será seu futuro, qual será sua visão, sobre o que será sua vertente.

Acho que você tem que sentir como se tivesse um propósito enquanto vive na Terra. Eu sinto que todos nascemos com uma habilidade. Muitas vezes, sufocamos essa habilidade e essa paixão apenas seguindo o caminho que a educação, as empresas ou outras pessoas que o guiam ditam. Isso é uma vergonha. Agora temos a oportunidade de permitir que as pessoas pintem seus próprios quadros.

[Traduzido e adaptado de PSFK]


28 visualizações