7 regras básicas para um brainstorm melhor


Todos nós já participamos de sessões de brainstorm que não deram em nada. Na IDEO.org, o objetivo não é uma ideia perfeita; é um monte de ideias, colaboração e abertura a soluções ousadas. A última coisa que você quer em um brainstorm é alguém que, ao invés de aparecer com ideias, só fale sobre porque as que já foram citadas não vão funcionar. Isso não apenas mata a criatividade, mas muda o mindset do grupo de geração para crítica. A única maneira de conseguir boas ideias é ter várias delas para escolher.


As 7 regras:

Adie o julgamento

Você nunca sabe de onde uma boa ideia surgirá. A chave é fazer com que todo mundo sinta que pode dizer o que está em mente e permita que outros criem em cima disso.

Encoraje ideias loucas

Elas geralmente dão origem a grandes saltos criativos. Pensando sobre ideias que são malucas ou estão lá fora, tendemos a pensar sobre o que realmente queremos sem restrições de tecnologia ou materiais.

Construa sobre as ideias de outros

Ser positivo e criar sobre ideias de outros requer alguma habilidade. Em conversa, tentamos usar a palavra "e" ao invés de "mas".

Esteja focado no tópico

Tente manter a discussão em foco, ou você pode divergir além do escopo do que está tentando projetar.

Uma conversa de cada vez

Sua equipe é muito mais propensa a criar uma ideia e um avanço criativo se todo mundo está prestando total atenção a o quem está compartilhando a nova ideia.

Seja visual

Em brainstorms presenciais nós escrevemos em post-its e então coloque-os na parece. Nada materializa mais uma ideia do que desenhá-la. Não importa se você não é Rembrandt!

Busque quantidade

Procure por quantas novas ideias você puder. Em uma boa sessão, até 100 ideias são geradas em 60 minutos. Coloque-as em prática logo e construa as melhores.

[Traduzido e adaptado de IDEO]

#brainstorm #criatividade #inovação #laboratóriodeinovação #designthinking

125 visualizações