O que você precisa para ser um professor inovador


Inovação não é uma questão de vontade.

Se nossos dados estiverem corretos, você provavelmente é um professor. Se você for um professor, você provavelmente está interessado em inovar em sala de aula, então vamos começar por lá - com aprendizagem baseada em projetos, por exemplo.

Aprendizagem Baseada em Projetos (PBL) é um exemplo de inovação, mas provavelmente não da maneira que você espera. Aprender através de projetos é inovador quando comparado ao método "sente-e-aprenda", mas sua inovação primária é simplesmente a flexibilidade. Não existe quase nenhuma outra tendência em aprendizagem que não possa coexistir com a técnica PBL e se adequar perfeita e inteiramente a ela.

Mas criar inovação - o que isso requer? Que tipos de ingredientes você pode colocar em uma lata, chacoalhar, e resultar em inovação?


Senso de Prioridade

Primeiramente e acima de tudo, é preciso ter senso de prioridade. O que é mais importante? O que os estudantes precisam estudar? O que precisamos usar? O que precisamos alcançar?

Note que prioridade aqui não significa "hipérbole retórica". Prioridades reais requerem a honestidade de poder olhar para uma longa lista de critérios acadêmicos e dizer "É, mas...".

Inovação requer esse tipo de honestidade, o tipo de prioridade que permite que sua equipe de professores ou estudantes vejam o que é mais importante em qualquer circunstância, e cultivem o que é necessário a partir daí.


Altruísmo

Altruísmo é também um fator quando se tenta inovar. Inovação não é carregar uma só ideia para um destino predeterminado. Em algum momento, inovação precisa ser inclusiva. Enquanto criatividade precisa de uma reflexão silenciosa e pensamento independente, qualquer coisa feita do início ao fim em isolamento depende de um tipo de genialidade - ou pelo menos inteligência inspirada - para obter sucesso.

Se você quer ir rápido, vá sozinho; se quiser ir longe, vá junto.

Ao servir uma causa maior e remover seu senso próprio de uma situação, você aumenta as chances de um resultado final verdadeiramente inovador.


Tempo e Energia

Para ser inovador, você vai precisar de algumas coisas. Os recursos mais tentadores tipicamente buscados pela inovação são dinheiro e permissão. Ironicamente, esses são os recursos menos críticos.

O que você vai precisar para inovar em educação são tempo e a energia sem limites de um aluno de segundo ano que bebeu muito refrigerante.


Modelos

Modelos exemplares podem sufocar a inovação, sugerindo um caminho desnecessário. Há hora e lugar certos para eles. Mas olhando para exemplos existentes - coisas legais que foram feitas por outros antes de você - você terá uma ideia do que é possível. E o que você pode estar deixando passar.


Disposição para correr riscos

Muitas pessoas dizem que querem ser inovadoras, para "correr riscos".

Para ter o que nunca tivemos, nós temos que fazer o que nunca foi feito - e outras 47 frases clichê que aparecem em assinaturas de educadores em todo lugar.

Mas uma vontade real de correr riscos significa estar preparado para falhar. E a falhar pode vir em forma de perda de fundos, um artigo escrito sobre você no jornal local mencionando um "projeto que deu errado", dados desfavoráveis, e um milhão de outros possíveis resultados.

Estar disposto a correr riscos não deve te empoderar a implementar ideias erradas ou incompletas na desculpa de um "espírito inovador", mas você deve estar preparado para falhar. O que é ok, porque a educação vem falhando muito antes de você chegar aqui.


Confiança

Você precisa de confiança, e isso começa com os estudantes que se opõem a você. Eles são sua plateia mais crítica.

Será no comportamento curioso, intelectualmente lúdico e performance acadêmica a longo prazo destes alunos que você verá o resultado final de qualquer inovação dada. (Se não, qual é o objetivo?) Mas estudantes de qualquer idade são incrivelmente bons em farejar mudanças. Se alguma coisa é inútil, chata, sufocante, clichê ou realmente desagradável, eles vão te avisar.

A confiança de administradores, colegas e pais realmente importa. Você pode perder seu emprego ou posição profissional sem eles. Mas sem confiança de seus alunos, você é apenas uma pessoa bem vestida com seu nome na lousa. E a inovação nunca virá.

Texto traduzido e adaptado de Edutopia

#inovaçãosocial #inovação #designthinking

0 visualização